O Custo de um filho

"atributo alt= custo de um filho"

O Custo de um filho

Quando formamos nossa família, nunca paramos para pensar no gasto que teremos com ela. Ficamos mais perdidos quando chega o primeiro filho. O desafio é encaixar os gastos com uma criança num orçamento que atendia somente duas pessoas

Por isso queremos te ajudar a ter uma referência, para assimilar a importância de fazer um bom investimento, para obter rendimentos que deem conta dos custos futuros, e se organizar para gastar melhor e possibilitar um futuro melhor para vocês e seu filho.

Se usarmos os dados do IBGE, podemos dividir as rendas mensais das famílias em 5 classes:

A (acima de 20 salários mínimos, valor de R$ 19.080,01)

B (de 10 a 20 salários mínimos, valor de R$ 9.540,00 a 19.080,00)

C (de 4 a 10 salários mínimos, valor de R$ 3.816,00 a 9.540,00)

D (de 2 a 4 salários mínimos, valor de R$ 1.908,00 a 3.816,00).

E (até 2 salários mínimos, valor de R$ 1.908,00)

Vamos aos Dados

 

Levando em conta os gastos, tendo como base o custo dos filhos, do nascimento aos 23 anos. Temos o seguinte:

– Casa (alimentação, babá, empregada, energia, telefone)

– Educação (alimentação escolar, berçário/ ensino)

– Lazer e entretenimento (academia, clube, cinema, festas de aniversário, férias e passeios)

– Reserva financeira (investimento para o filho)

– Saúde (farmácia, médicos, dentistas e plano de saúde)

– Tendências (telefonia e novas tecnologias)

– Vestuário (roupas e calçados)

Custos Totais

 

Considerando estes gastos, as despesas totais* estimadas para cada uma das 5 classes ficou em:

CLASSE A = R$ 2.625 MILHÕES

CLASSE B= R$ 1.832 MILHÃO

CLASSE C= R$ 485,7 MIL

CLASSE D= R$ 67,7 MIL

CLASSE E= R$ 22,89 MIL

*Especialistas acreditam que essas referências estão bem próximas da realidade.

Podemos identificar alguns gastos de acordo com a classe social, onde a classe B, por exemplo, tem como principal gasto a educação com 39% das despesas previstas para o período de 23 anos, seguida pela categoria casa com 31 %. Reserva financeira, saúde, tendências e vestuário ocupam juntos 20 % do total e lazer e entretenimento ficam com 10%.

Para ilustrarmos mais esses dados, podemos identificar que com exceção da classe E, no qual o principal gasto é o que envolve as despesas de moradia, nas outras faixas de rendas os gastos com Educação também são os que mais pesam.

Para você entender melhor os valores, vamos verificar a Classe B. Dos 39% gastos durante os 23 anos, o valor destinado a Educação fica em torno de R$ 31.064,00 reais  anual , já com os gastos com casa, que está em torno de 31% o valor fica em  R$ 24.692,17 anualmente, para despesas com reserva financeira, saúde, tendências e vestuário que ficaram em 20% o gasto fica em  R$ 15.930,43 anual e finalizamos com o gasto com lazer e entretenimento que ficaram em média de 10% ficando  R$ 7.965,21 anual

Planejar é possível e a ideia deste texto é mostrar que filhos exigem planejamento. Sabemos que ninguém tem condições de começar a vida como pai ou mãe com um valor definido e reservado para as despesas da vida inteira dos herdeiros, mas, é possível se organizar e se precaver para que estejamos preparados para elas.

Neste mês, iremos te encaminhar algumas dicas, para te ajudar a escolher a melhor maneira de se organizar e se planejar quanto à segurança financeira da tua familia.

 

No link abaixo, você vai acessar a continuação do estudo sobre a importância de fazer a organização financeira de sua família.

Acessar o estudo

 

 

 

 

 

 

 

 

No Comments

Postar Comentário

× Atendimento (Whats)