4 principais ladrões de resultado de uma equipe

4 principais ladrões de resultado de uma equipe

O funcionamento de um grupo de trabalho é como uma máquina que necessita de ajustes regulares. Para que se tenha sucesso em gerenciar uma equipe é preciso sintonia, boa comunicação, foco nas atividades que devem ser concluídas, um clima organizacional harmonioso para os colaboradores, uma boa gestão do tempo e uma organização eficiente do trabalho.

Assim, o resultado de uma equipe depende diretamente do sucesso de todos esses fatores. A seguir, saiba mais sobre eles e como seu mau funcionamento pode constituir em ladrão de produtividade de um time. Confira!

1. Má comunicação e falta de sintonia impactam no resultado de uma equipe

A comunicação interpessoal no ambiente de trabalho é um fator essencial para a produtividade e os resultados de um grupo. Para que haja um bom fluxo de ideias e que essa comunicação seja assertiva, é preciso adotar uma cultura que incentive a colaboração, e não a competição entre pares.

Ainda, ética no contato com os colegas contribui para o desenvolvimento de uma relação que dará a todos a segurança para expor ideias e gerar inovação para sua empresa.

Uma comunicação ágil pode ajudar a adiantar soluções e permite a tomada rápida de decisões para pequenos problemas, otimizando a produtividade e o resultado de uma equipe.

2. Falta de foco

O celular está cada vez mais presente na vida das pessoas, mas, em algumas situações, esse dispositivo pode ser razão de preocupação com o resultado de uma equipe.

Uma pesquisa da Universidade Metodista de São Paulo constatou que um em cada cinco profissionais perde cerca de 15 minutos por hora usando o smartphone.

De acordo com Shamsi Iqbal, candidata à PhD no Departamento de Ciências da Computação de Illinois, quando paramos o que estamos fazendo para checar um e-mail ou uma notificação no celular, por exemplo, podem levar 9 ou mais minutos para que consigamos retornar o foco à tarefa original que estávamos executando. Assim, essa é uma prática que rouba tempo e resultados de uma equipe.

Para evitar que a tecnologia se coloque não como uma aliada, mas como um empecilho para o funcionamento da equipe, é preciso bom senso. Deixar o aparelho dentro de uma gaveta, na mochila ou bolsa e em modo silencioso é uma boa alternativa para não tornar o telefone um problema no ambiente organizacional.

No entanto, mesmo tendo o potencial para ser um vilão, é importante lembrar de que o smartphone pode, também, facilitar a comunicação da equipe, mas, para isso, é importante orientá-la sobre as diretrizes da empresa nesse aspecto.

3. Clima organizacional negativo

Um local arejado, limpo e pensado para favorecer o bom andamento do trabalho pode ajudar e muito na rotina dos colaboradores. Desde a organização das estações de trabalho até o local do café, as mesas e cadeiras, bem como a iluminação e a temperatura do ambiente, todos esses itens podem influenciar no clima organizacional, na produtividade, na motivação e no resultado de uma equipe.

Pense em um ambiente de trabalho com más condições, com temperatura inadequada, layout que faça o colaborador circular desnecessariamente por espaços e salas, em que todos ficam tensos e estressados na grande parte do tempo. Tudo isso pode reduzir significativamente o resultado de uma equipe.

Já com um local organizado e harmonioso, é mais fácil para a equipe se relacionar e produzir. Também é importante levar em conta a opinião dos colaboradores na hora de tomar decisões sobre esses ambientes, assim todos se sentem contemplados com as mudanças realizadas. Isso pode ser feito por meio da aplicação regular de uma pesquisa de clima, por exemplo.

4. Má gestão do tempo

Muitas pessoas têm dificuldades de gerenciar seu tempo, seja no âmbito pessoal ou profissional. A má gestão do tempo impacta diretamente no resultado de uma equipe, podendo levar à perda de prazos, baixa qualidade do trabalho, desperdício de recursos, entre outros malefícios.

Para evitar esse cenário, incentive sua equipe a ser organizada, ter uma priorização de tarefas, estipular e cumprir prazos, não protelar as atividades importantes e utilizar com parcimônia recursos como as redes sociais – que, aliás, podem ser uma das maiores ladras de tempo e de resultado de uma equipe: um estudo apontou que o acesso a elas reduz em 25% a produtividade no trabalho.

E na sua empresa, quais são os principais ladrões de resultado de sua equipe? Você tem algum outro exemplo para compartilhar? Deixe sua mensagem nos comentários e até a próxima!

No Comments

Postar Comentário