Quais são os maiores motivos de afastamento de trabalho?

" atributo alt= afastamento de trabalho "

Quais são os maiores motivos de afastamento de trabalho?

Existem doenças que são causadas tanto em decorrência das atividades do ambiente corporativo, quanto fora dele, e que podem levar ao afastamento de trabalho. E esse resultado é, na verdade, um problema de gestão que traz uma série de prejuízos para os colaboradores e para a empresa – que precisa lidar com a ausência de membros da equipe, ocasionando queda de produtividade, aumento de custos, sobrecarga e perda de negócios.

Algumas das doenças são bastante comuns, e, pensando nisso, preparamos o post de hoje para que a sua empresa conheça os principais motivos de afastamento de trabalho e redobre os cuidados para diminuir os riscos e garantir o bem-estar dos colaboradores. Confira!

5 dos maiores motivos de afastamento de trabalho

#1. Dor nas costas

De acordo com dados divulgados pelo INSS, a dor nas costas é a doença que mais leva os brasileiros ao afastamento de trabalho.

É difícil diagnosticar se a origem das dores nas costas é causada pela atividade profissional ou por fatores externos ao ambiente de trabalho. Mas, independentemente da causa, a postura é um dos fatores que mais influencia nesse mal.

E ele afeta tanto os trabalhadores que desempenham as suas funções no escritório, quanto àqueles que carregam peso de forma inadequada.

#2. Fraturas da perna, tornozelo, punho e mão

Esse tipo de fratura ocorre devido ao trabalho repetitivo e aos hábitos pouco saudáveis dos colaboradores – e é o segundo maior motivo de afastamento de trabalho no Brasil.

A jornada é extensa, e os indivíduos passam a maior parte do seu tempo no ambiente laboral. Assim, se as atividades não forem desempenhadas de forma consciente, com pausas para alongamento, caminhadas (mesmo que curtas) e se não houver cuidado na hora de sentar e de levantar peso, as doenças irão aparecer e os índices de afastamento de trabalho irão aumentar na sua empresa.

#3. Depressão e estresse

Os transtornos mentais e comportamentais já estão em terceiro lugar entre os maiores motivos de afastamento de trabalho no Brasil.

Há diversos fatores que podem elevar os níveis de estresse, culminando em um quadro de depressão. Condições de trabalho inadequadas, clima organizacional negativo, cobranças excessivas, desmotivação e falta de perspectiva profissional são alguns dos motivos que podem gerar sintomas físicos e mentais que desencadeiam esse problema.

Nesse quadro, os colaboradores podem desenvolver distúrbios de humor, ansiedade, sofrer com dores, fadiga, gastrite e insônia, e o afastamento de trabalho pode ser de semanas a meses, dependendo do estado clínico do colaborador.

#4. Lesões no joelho

A origem de algumas doenças que levam ao afastamento de trabalho pode estar relacionada ao sedentarismo e, até mesmo, aos problemas genéticos.

O excesso de peso e a falta de exercícios físicos, somados à rotina de permanecer sentado por longos períodos, tendem a ocasionar lesões no joelho. O afastamento, nesses casos, pode ser bastante longo, devido à necessidade de cirurgia e de diversas sessões de fisioterapia até o recondicionamento físico.

#5. Hérnia inguinal

As hérnias inguinais ocorrem na região da virilha e atingem mais os homens do que as mulheres. Essa doença não está relacionada diretamente ao ambiente de trabalho, mas pode se agravar se o colaborador carregar peso em excesso.

Ela pode ser diagnosticada por meio de um exame médico de rotina e a extração da hérnia é feita por cirurgia, levando ao afastamento de trabalho desse funcionário.

Como a empresa pode se preparar e diminuir os riscos de afastamento de trabalho?

Em 2016, ocorreram 2,5 milhões de afastamentos de trabalho registrados pelo INSS, atingindo organizações de todas as áreas e portes. Esse número é assustador, não é mesmo? Ainda mais se considerarmos o cenário econômico e o mercado altamente acirrado.

O afastamento de trabalho pode custar caro para a empresa, e aquela que é capaz de minimizar os riscos investindo na qualidade de vida das equipes torna-se mais lucrativa e forte – sem falar que isso ainda é sinônimo de diferencial competitivo.

Uma boa estratégia para que a sua empresa diminua os afastamentos de trabalho e os transtornos relacionados a esse problema é contar com um plano de saúde empresarial. Dentre os principais ganhos ao oferecer esse benefício para os colaboradores, destacam-se:

Redução do absenteísmo

Se a sua empresa não conta com um plano de saúde empresarial, os colaboradores têm que recorrer ao SUS. Infelizmente, esse sistema de saúde é lento, fazendo com que o diagnóstico e o tratamento da doença demorem a ser feitos, o que causa absenteísmo e aumenta os índices de afastamento de trabalho.

Diminuição da incidência de doenças ocupacionais

Um plano de saúde empresarial é uma estratégia preventiva, ou seja, uma maneira de se antecipar ao problema, diminuindo o número de afastamento de trabalho por meio de consultas regulares.

Colaboradores mais tranquilos e saudáveis

Um dos aspectos que afeta a produtividade das equipes é a qualidade de vida das pessoas – e ela está diretamente relacionada à saúde. O colaborador que não conta com um plano de assistência médica acaba tendo uma preocupação a mais, com a sua saúde e a de seus familiares, o que pode influenciar em sua produtividade e engajamento na empresa.

Assim, um plano de saúde empresarial é uma forma de oferecer acompanhamento médico e proteção, de forma que os colaboradores tenham a tranquilidade de contar com redes credenciadas e possam investigar doenças e desenvolver o hábito de fazer consultas médicas preventivas, evitando afastamento de trabalho.

As empresas devem garantir condições adequadas de trabalho e um ambiente seguro para as suas equipes, uma vez que os maiores motivos de afastamento de trabalho estão relacionados a hábitos que não são saudáveis, como postura não adequada e sedentarismo.

O afastamento pode ser bastante oneroso para as organizações, então, que tal promover a conscientização e estimular mudanças começando com a contratação de um plano de saúde empresarial? Essa estratégia traz benefícios significativos tanto para o empregador e quanto para o empregado.

E na sua empresa, quais são os maiores motivos de afastamento de trabalho? Ficou com alguma dúvida? Sua organização já conta com um plano de saúde como estratégia para reduzir suas taxas de afastamento de trabalho? Deixe seu comentário e até a próxima!

No Comments

Postar Comentário

Converse conosco pelo Whatsapp
× Olá !! Precisa de ajuda ?