O que pode estar por trás da baixa produtividade da equipe?

por trás da baixa produtividade da equipe

O que pode estar por trás da baixa produtividade da equipe?

As empresas com baixos níveis de produtividade da equipe podem, teoricamente, obter resultados melhores, mas existem fatores que as impedem de contar com todo o seu potencial produtivo.

Isso porque há diversas questões que impactam diretamente no desempenho e na motivação individual dos colaboradores, o que, em última instância, afeta a organização como um todo, e pode levar uma empresa a perder dinheiro e espaço para os concorrentes.

Por isso, é importante para uma organização identificar os fatores que têm um efeito incapacitante sobre o desempenho de um empregado no local de trabalho e promover as correções adequadas.

Para ajudá-lo, no post de hoje, listamos alguns fatores que podem estar por trás da baixa produtividade da equipe. Confira!

1. Falta de visão geral da empresa

Para sentir que o que eles fazem é importante, os funcionários precisam saber como seu trabalho contribui para o sucesso geral da empresa.

Toda organização deve identificar componentes chamados indicadores-chave de desempenho (KPIs) para avaliar o sucesso da posição de cada funcionário. Mostre aos membros da equipe como a sua parte produtiva se encaixa nos objetivos da organização.

Uma vez que os KPIs são identificados, monitore-os e meça as tendências. Sem usar táticas assustadoras, deixe os funcionários saberem os riscos de não cumprir metas, como redução ou perda de participação no mercado.

Faça com que as pessoas conheçam o “quem, o que, quando, onde, por que e como” do seu negócio. Se elas identificam os objetivos do negócio, podem visualizar melhor como se encaixam nesse processo e conseguem perceber a sua importância nessa cadeia, desenvolvendo uma visão macro.

2. Liderança ineficaz

Um gerenciamento ineficaz tende a ocasionar na baixa produtividade da equipe de várias maneiras. A estratégia geral de uma organização pode conter falhas que o supervisor não vê e, por isso, não toma as medidas para implementar as formas mais produtivas de completar tarefas.

Funcionários gerenciados de modo inadequado se tornam desmotivados, e isso resulta diretamente na baixa produtividade da equipe, que não tem liberdade e o coaching para alcançar seu potencial total, portanto, não consegue fazer o máximo que pode.

Os funcionários que não sentem que seus supervisores reconhecem seus esforços, muitas vezes, não se empenham para entregar a sua capacidade produtiva total.

3. Problemas de comunicação resultam na baixa produtividade da equipe

A comunicação é uma via de dois sentidos. Você precisa se comunicar com os funcionários, mas também oferecer oportunidades para que eles mostrem suas opiniões e preocupações.

É importante criar um ambiente seguro para os colaboradores apresentarem suas opiniões – boas, ruins ou indiferentes. Isso pode ser feito por meio de uma gerência com uma política de “portas abertas”, ou de um programa de assistência, por exemplo.

5. Falta de preocupação da empresa com o bem-estar dos funcionários

Sabe-se que um colaborador saudável e bem-disposto consegue trabalhar de maneira muito mais eficiente. Portanto, uma equipe inteira que tenha qualidade de vida pode ir muito além para alcançar excelentes resultados, certo?

A promoção do bem-estar eleva a produtividade da equipe e ainda afasta situações que a prejudiquem. Afinal, colaboradores com a saúde mais fragilizada acabam faltando mais, aumentando os níveis de absenteísmo e, consequentemente, trazendo impacto direto na produção em nível individual e de equipe.

Portanto, é preciso encontrar alternativas que melhorem a qualidade de vida dos colaboradores, e oferecer bons planos de saúde e programas que promovam atividade física e alimentação saudável são boas opções. Incentivar hábitos mais saudáveis impacta positivamente na saúde dos colaboradores e, portanto, na produtividade da equipe.

Saber os motivos por trás da baixa produtividade da equipe direciona a gestão para adequar as soluções e melhorar a produtividade e a lucratividade do negócio. Assim, considerando os fatores que vimos, as queixas que os funcionários têm em seu local de trabalho podem ser reduzidas em grande medida, resultando em melhor desempenho da sua força laboral e em um ROI (retorno sobre o investimento) mais elevado para a empresa.

Você sabe de algum outro fator que pode estar por trás da baixa produtividade da equipe, ou tem alguma dica para ajudar a reverter esse tipo de situação? Deixe sua mensagem nos comentários e compartilhe a sua experiência! Até a próxima!

No Comments

Postar Comentário