Você sabe como funciona o seguro?

Você sabe como funciona o seguro?

Você já deve ter ouvido falar sobre seguro, prêmios, apólices, sinistros, seguradoras e corretoras, não é mesmo? Mas sabe exatamente como funciona o seguro? Se não, fique tranquilo. Muitas pessoas têm dúvidas sobre tudo que está relacionado a seguro, e é exatamente por isso que, hoje, nós preparamos esse post que aborda as principais delas. Acompanhe.

Como funciona o seguro

O serviço de seguros foi se desenvolvendo ao longo de vários séculos. Iniciou com o seguro marítimo, por meio do qual comerciantes concordavam em contribuir com quem sofria uma perda após uma ocorrência extraordinária. O problema desse sistema era a incerteza do valor que eles poderiam ter de desembolsar.

Hoje, ao contrário, os titulares de apólices de seguros além de saberem antecipadamente a extensão da perda à qual estão sujeitos, sabem, também, o valor da prestação que irão pagar para se prevenir – ou seja, o prêmio. Todas as pessoas ou empresas que procuram um seguro apresentam um nível diferente de risco para a Seguradora. Por exemplo, uma casa de madeira poderá trazer maior risco de incêndio do que uma residência de alvenaria. Para assegurar que os Segurados paguem um prêmio justo, as Seguradoras fazem uso de uma série de itens de classificação que analisam cada nível de risco. Assim, de modo geral, quanto maior for o risco, maior será o prêmio.

Dessa forma, seguro é uma transferência de risco. Ele desloca o risco de perdas financeiras provenientes de eventos especificados, mas imprevisíveis, de um indivíduo ou empresa para a Seguradora em troca do pagamento de um prêmio. Se o evento especificado acontecer, o Segurado receberá uma indenização da seguradora.

O contrato de seguro

O contrato de seguro é regulamentado por legislação. Ele gera obrigações para ambas as partes: a Seguradora deve fornecer garantia e o Segurado deve efetuar o pagamento do prêmio – o valor do seguro.

O contrato de seguro baseia-se na premissa de que as partes, Seguradora e Segurado, esperam um benefício. O Segurado procura, por exemplo, a proteção de um bem contra determinados riscos. Já a Seguradora espera o recebimento do prêmio, por meio do qual formará o fundo comum que é destinado a saldar a contraprestação correspondente à garantia do seguro.

Assim, o seu funcionamento acontece com a Seguradora recebendo o prêmio do Segurado, sem saber se irá pagar a indenização, visto que tal ressarcimento só ocorrerá na hipótese de haver um sinistro coberto. Essa característica é denominada aleatoriedade.

Por que precisamos de seguro?

O seguro ajuda as pessoas a gerenciarem e reduzir determinados riscos, beneficiando os titulares de apólices ao prover meios de transformar custos que poderiam ser altos e inesperados em pagamentos bem menores.

Sem o seguro, as pessoas e as empresas não teriam menor disposição para fazer determinados investimentos, visto que os custos potenciais aos quais elas estariam expostas seriam arriscados e altos demais. Por exemplo, um potencial empreendedor poderia ter menor propensão em abrir o seu negócio no caso de ter de ser inteiramente responsável por custos provenientes de acidentes ou incêndio. Da mesma forma, um casal, que sonha em aumentar sua família, poderia desistir de comprar sua casa própria pelos mesmos motivos.

Assim, o seguro é aquele empurrãozinho para pessoas e empresas terem mais confiança para tornar seus sonhos realidade fazendo transações com terceiros.

Além disso, ele promove práticas mais seguras e o controle de riscos na sociedade. A perspectiva de gerar prêmios menores pode, mesmo, alterar comportamentos nocivos das pessoas, encorajando-as a reduzirem o seu nível de risco. Por exemplo, há pessoas que deixam de fumar a fim de reduzir o valor de seu prêmio de seguro de vida. Há, também, o exemplo bastante comum de motoristas que adotam direção mais segura para não se envolver em acidentes e conquistar descontos nos seguros automotivos.

Seguradora e corretora de seguros

A Seguradora é a empresa que, de fato, assume os riscos e indeniza os Segurados, de acordo com os termos da apólice, em caso de sinistro.

A Corretora de Seguros é a intermediadora legal que celebra contratos de seguro entre as Seguradoras e as pessoas físicas ou jurídicas interessadas nesse serviço. À Corretora cabe esclarecer dúvidas sobre contratos, informar o cliente sobre o seguro que melhor cobre as suas necessidades, recomendar seguradoras ideais para cada caso e orientar o Segurado no caso de sinistro.

O seguro é um dos pilares da vida contemporânea. Sem ele, muitos aspectos da nossa sociedade e da economia não funcionariam da forma como conhecemos hoje. A área de seguros oferece cobertura para riscos climáticos, econômicos, tecnológicos, entre tantos outros que possibilitam as pessoas viverem com mais tranquilidade e as empresas funcionarem com mais confiança.

Você tem alguma dúvida sobre como funciona o seguro? Compartilhe-a conosco nos comentários!

 

No Comments

Postar Comentário

Converse conosco pelo Whatsapp
× Olá !! Precisa de ajuda ?